Coquinhos Proteinizados com Amêndoa


Um dos meus hobbies preferidos é proteinizar receitas conhecidas. No tempo que trabalhei em pastelaria aprendi a fazer cocos ou coquinhos, como queiram chamar-lhes, e posso dizer que os fazia muito bem! Existe um truque que não é referido nas receitas que se encontram por essa internet fora, um truque que serve para abrir os flocos de coco e torna-los mais fofos. Chama-se: Escaldar o coco. Pode-se escaldar o coco com água ou manteiga, basicamente é despejar uma pequena quantidade de água bem quente (a ferver) por cima do coco e envolver bem, algo parecido com o que se faz com a farinha de milho para fazer broa de milho. Os flocos de coco duplicam o volume e ficam mais esponjosos, desta forma o resultado final serão uns coquinhos com corpo aveludado e ao mesmo tempo húmidos!

Passando à frente esta dica pela qual não vos cobro nada, vamos então explicar esta receita. 
Para conseguir aumentar a quantidade de proteína destes cocos e ao mesmo tempo melhorar o rácio entre os seus macronutrientes usei farinha de amêndoa. Podem usar farinha do outro fruto seco, noz, avelã, etc, mas a amêndoa é mais neutra de sabor e combina lindamente com coco!

No fim do post deixo uma tabela comparativa com os valores nutricionais aproximados da receita original feita com açúcar e desta versão proteinizada, para poderem conferir o que se ganha com esta alteração a nível nutricional.

Ingredientes:
200g Coco ralado.
200g Farinha de amêndoa.
5 Ovos grandes (caseiros de preferência)
15g Óleo de coco.
2 C. Sopa de Mel* (podem usar xarope agave, bordo, stévia, sucralose, etc)
1 Colher Chá Stévia em pó 
100ml de água (a ferver para escaldar o coco)

*O tipo e quantidade do(s) adoçante(s) é à gosto. Podem ir adicionando pouco a pouco e conferindo.

Preparação:
Antes de mais é preciso escaldar o coco, processo que não dispenso sempre que faço cocos. Para escaldar o coco basta aquecer a água junto com o óleo de coco no microondas durante um minuto ou o suficiente para a água começar a ferver. Despejar a água por cima do coco ralado e envolver bem até este absorver a água. O coco vai esponjar e aumentar o seu volume, adicionar agora a farinha de amêndoa e misturar bem. Partir os ovos e bater noutro recipiente, adicionar agora os ovos batidos e o mel ou qualquer outro adoçante da vossa preferência, amassar bem até formar uma massa húmida e pegajosa mas minimamente moldável.

Para formar os cocos costumo usar o saco de pasteleiro, mas isto fica ao vosso critério, podem usar uma saca plástica de congelação e cortar um canto e assim improvisar um saco de pasteleiro ou simplesmente podem encher as formas à colherada.

Costumo usar dois tabuleiros para muffins e umas formas de papel, mas também podem usar aquelas forminhas de silicone que são bem práticas.




Após estarem dispostos nas suas respectivas formas levar ao forno médio (180º) uns 15 minutos. Decorei com umas bagas de cranberries em vez da tradicional cereja.
Estes coquinhos ficam obviamente um pouco diferentes dos tradicionais, mas o sabor a coco continua bem marcado. Lembrem que na receita original para 200g de coco se utiliza 200g de açúcar, o que de facto é bem exagerado, metade, ou menos dessa quantidade de açúcar era mais que suficiente.





Deixo aqui tabela comparativa da receita original e a versão proteinizada com amêndoa:




Como podem observar, para além da quantidade de proteína ser mais do dobro, os hidratos de carbono e mais precisamente os açúcares descerem consideravelmente. 
Muitos dirão que as calorias e a gordura também aumentaram, e têm razão, mas trata-se de boa gordura e calorias carregadas de nutrientes!!


1 comentário:

  1. Adorei a dica, desconhecia mesmo! Já guardei a receita, adoro coquinhos :b

    http://relaxaqencaixa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar